Placas para revestimento da estrutura
Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

Existe uma diferença substancial entre o mero revestimento dos elementos metálicos estruturais e o revestimento que realmente contribui para o desempenho estrutural do edifício. Usualmente, o revestimento dos banzos ou abas dos perfis metálicos, pelo lado interior do edifício, tem apenas a função estética de garantir uma superfície homogénea e de agradável aspecto visual e decorativo. Para esse fim, tanto nas paredes como nos tectos, são normalmente aplicadas placas de gesso laminado, cujas juntas entre si são tratadas para garantir uma superfície lisa e uniforme. Esta área será então pintada ou revestida com elementos decorativos, tais como azulejos.

Estas placas não possuem resistência mecânica própria que confira maior capacidade estrutural aos elementos metálicos que revestem. Normalmente, o mesmo acontece com outro tipo de placas, tais como as de gesso laminado reforçado com fibras. Ou seja, para que um determinado tipo de placa possa garantir uma função de revestimento estrutural, deverá cumprir certos requisitos mínimos conforme determinados pela legislação.

Poderá haver casos em que uma placa com funções estruturais cumpra também funções decorativas. No entanto, essas situações são raras e deverão ser cuidadosamente estudadas.

Em resumo…

Para revestir o esqueleto metálico, existem basicamente três opções:

1. Placas apenas para revestimento sem funções estruturais

Estas placas costumam ser aplicadas pelo interior. Algumas placas preparadas para resistir à humidade também podem ser adequadas para o exterior. Visto que não têm resistência mecânica, a estrutura tem de ser contraventada por outros métodos, tal como as placas estruturais (ver ponto 2 abaixo) ou elementos metálicos na diagonal (X-bracing).

Alguns exemplos destas placas são:

2. Placas para revestimento com funções estruturais

Placas com características que lhes permitem conferir rigidez à estrutura do edifício, resistindo às cargas e às acções previstas. Costumam ser aparafusadas ao exterior do esqueleto metálico, apesar de, em casos mais raros, também podem ser aplicadas pelo interior

Alguns exemplos destas placas são:

Sobre o revestimento estrutural e as respectivas placas, consulte adicionalmente os seguintes artigos:

3. Placas para revestimento com boa resistência mas que poderão exigir reforços adicionais

Placas com boa resistência mecânica mas em que o engenheiro poderá ter de recorrer a reforços, tal como o X-bracing, em pontos selecionados da estrutura.

Um exemplo destas placas é:

Função adicional das placas de revestimento

Além de cumprirem um papel estético, as placas de revestimento poderão, ainda assim, cumprir uma função importante no desempenho da estrutura em caso de incêndio. As placas de gesso laminado, por exemplo, quando aplicadas correctamente e sendo do tipo adequado, podem conferir proteção aos elementos metálicos contra a acção do fogo. Tectos e paredes revestidos com placas de gesso laminado, com as juntas devidamente tratadas, podem constituir o que se designa por proteção em caixão ou proteção por resguardos ou ecrãs.

Publicidade Google


Copyright © 2001-2021 FUTURENG. Todos os direitos reservados. A utilização deste site pressupõe a aceitação dos presentes termos e condições. Se não estiver de acordo com eles, não utilize este site.