Think Steel - Página 14
Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

A Futureng publicou um desdobrável intitulado Think Steel, cujo texto visa esclarecer o público em geral, apresentando argumentos lógicos para se compreenderem as vantagens do LSF. Daí a alusão temática para pensar no aço como solução.

Página 14

O conforto térmico e acústico

Porque será que uma casa LSF é mais confortável do que qualquer outra? Mais uma vez, usemos a lógica e a razão. Pense num frigorífico. Neste tipo de equipamento, o que se pretende é manter um ambiente frio no interior. Agora, pense num forno. Neste caso o que se pretende é manter o interior aquecido. Em ambos os casos, é necessário impedir a tendência normal da Natureza de equilibrar a temperatura em todas as áreas. Para o efeito utilizam-se materiais de isolamento, ou seja, maus condutores térmicos.

Assim, logicamente, se uma casa estiver revestida com materiais que sejam maus condutores de calor, a temperatura ambiente manter-se-á estável durante muito mais tempo. As paredes exteriores são usualmente construídas com perfis de 150 mm de secção espaçados a 60 cm. Isto resulta numa caixa-de-ar de 15 cm de largura sendo este espaço preenchido com materiais tais como as lãs minerais. Adicionalmente, o reboco exterior é composto por placas de poliestireno expandido (EPS), normalmente com 50 mm de espessura. Portanto, concluímos que todas estas paredes podem estar protegidas com excelentes materiais de isolamento térmico, até uma espessura de 20 cm. Além disso, as paredes interiores também são isoladas e o mesmo acontece nas lajes. As coberturas poderão ser protegidas com poliestireno sob as telhas e lã mineral entre as vigas de telhado.

Sendo assim, pense… uma casa LSF será mais quente ou mais fria que uma casa convencional? Na verdade, nem uma coisa nem outra! Simplesmente mantém a temperatura ambiente durante mais tempo, perdendo ou ganhando calor a uma taxa mais lenta do que qualquer outro edifício. Realmente, podemos comparar uma casa LSF com uma caixa isotérmica onde o conteúdo se mantém a uma temperatura uniforme durante mais tempo, muito quente ou muito frio consoante o desejado. Concluímos que qualquer método de climatização usado, seja de aquecimento ou de arrefecimento, necessitará de menos energia para atingir a temperatura desejada, mantendo-se então esse nível durante períodos prolongados. Pense no que isto significa em matéria de poupança de energia e, mais importante ainda, pense no que isto representa para a saúde da sua família!

Pense… que materiais são usados para impedir a propagação do som em locais tais como discotecas ou estúdios de gravação? As lãs minerais revestidas por placas de gesso cartonado são amplamente usadas por serem uma das soluções mais eficientes. Visto que todos os materiais já referidos, nomeadamente o OSB, o gesso cartonado, as lãs minerais e o poliestireno, além de maus condutores térmicos são também maus condutores de som, concluímos que um edifício LSF tem um melhor desempenho acústico do que qualquer construção convencional. Não concorda que em prédios de apartamentos, normalmente é possível ouvir o som ambiente produzido na casa dos vizinhos? Isso acontece porque os materiais que separam os apartamentos, tal como a alvenaria ou lajes sólidas de betão, propagam facilmente o som. Numa laje típica de um edifício LSF são empregues vigas com 250 mm de secção espaçadas a 60 cm. Este espaço permite colocar até 25 cm de isolamento termo-acústico. Ainda no caso dos pavimentos, podem ser colocados materiais adequados à redução de eventuais ruídos de impacto, tais como os produzidos quando um objecto cai ao chão.

Publicidade Google


Copyright © 2003-2016 FUTURENG. Todos os direitos reservados. A utilização deste site pressupõe a aceitação dos presentes termos e condições. Se não estiver de acordo com eles, não utilize este site.