Think Steel - Página 12

A Futureng publicou um desdobrável intitulado Think Steel, cujo texto visa esclarecer o público em geral, apresentando argumentos lógicos para se compreenderem as vantagens do LSF. Daí a alusão temática para pensar no aço como solução.

Página 12

Segurança estrutural (continuação)

Pense um pouco… qual é o sólido geométrico mais estável?

Provavelmente respondeu a pirâmide e com razão, visto que a maior parte do seu peso está na base. No entanto curiosamente, no sistema de construção convencional é normal que os elementos mais pesados se situem na parte superior do edifício. Numa casa LSF a maior parte do peso encontra-se abaixo do solo, nas fundações em betão armado. Assim, deixamos-lhe a questão: qual dos dois sistemas será mais equilibrado?

Quanto à segurança estrutural ainda o convidamos a pensar no seguinte exemplo: imagine um camião pesado e um automóvel ligeiro, lado a lado, ambos em movimento e a igual velocidade. Subitamente, surge um obstáculo e os dois condutores travam simultaneamente os seus veículos. Considerando que ambos possuem idênticos sistemas de travagem, qual deles pararia primeiro? É evidente que um veículo pesado necessita de mais espaço para poder imobilizar-se.

Agora pense: no caso de um sismo, quando o solo é acelerado por movimentos bruscos, em várias direcções, que tipo de construção terá melhor comportamento? Um edifício que, além de uma estrutura extraordinariamente pesada e rígida, em betão, ainda se encontra sobrecarregado com pesadas paredes de alvenaria? Ou um edifício em que todos os elementos são leves e flexíveis, sendo que a maior parte do seu peso pertence à estrutura metálica? A resposta é evidente: o baixo peso dos edifícios LSF lançam menos cargas sobre os solos, são mais articulados absorvendo maior energia no caso de um sismo e atenuam os pontos de concentração de forças e de tensões devido à distribuição do peso. Um edifício convencional dificilmente se manterá em pé se apenas alguns dos seus elementos estruturais não conseguirem resistir aos movimentos do solo. Em contraste, um edifício LSF poderá ser severamente abalado, podendo mesmo ocorrer a deformação de fachadas ou pavimentos, mas o seu baixo peso permitirá que se imobilize mais rapidamente e as suas milhares de conexões tornam virtualmente impossível a queda de paredes ou pisos.

Em resumo: Um edifício em betão armado poderá quebrar esmagando todo o seu interior; uma estrutura em aço galvanizado poderá deformar mas manterá livre a área útil interior, poupando vidas.

Pensando bem… se, junto com a sua família, estivesse num edifício durante a ocorrência de um tremor de terra, em qual deles preferiria estar?

Publicidade Google


Copyright © 2003-2016 FUTURENG. Todos os direitos reservados. A utilização deste site pressupõe a aceitação dos presentes termos e condições. Se não estiver de acordo com eles, não utilize este site.