Protecção por barreira
Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

O principal mecanismo pelo qual a galvanização protege o metal que reveste, é por constituir uma barreira impermeável não permitindo que a humidade entre em contacto com o aço. Sem humidade (o electrólito) não há corrosão. A natureza do processo de galvanização assegura que o revestimento em zinco possua uma excelente aderência e resistência à abrasão.

Os revestimentos galvanizados não se degradam com o passar do tempo, ao contrário do que acontece com outros revestimentos, tal como a tinta. No entanto, o zinco é um material que reage e, portanto, sofrerá corrosão lentamente, ao longo do tempo. Por esta razão, a protecção oferecida pela galvanização é proporcional à espessura do revestimento. Esta quantidade de revestimento é medida por peso (gramas por metro quadrado) ou por espessura (microns, ou seja, milésimas de milímetro).

O índice de corrosão dos revestimentos em zinco no ambiente interior de uma habitação é muito baixo. De acordo com um estudo de três anos efectuado pela British Steel, a corrosão do zinco é menor que 0,1 mícrons [ou seja, milésimas de milímetro] por cada período de três anos em casas localizadas em diferentes atmosferas: rurais, urbanas, marítimas e industriais. Isto indica que, em iguais circunstâncias, um revestimento em zinco com 10 mícrons deverá durar mas de 300 anos. Esta espessura corresponde à galvanização Z120. No entanto, os montantes e vigas estruturais fornecidos pela Perfisa possuem uma galvanização Z275, ampliando assim a durabilidade das peças metálicas para muitas centenas de anos.

Além da protecção por barreira, a galvanização fornece ainda o que é conhecido por protecção galvânica, catódica ou sacrificial.

O AISI - American Iron and Steel Institute (Instituto Americano do Ferro e do Aço), a principal associação profissional dos produtores e transformadores de aço dos Estados Unidos, Canadá e México, já com mais de 140 anos de actividade, publicou em 1996 o documento com o título Durability of Cold-Formed Steel Framing Members (Durabilidade das Peças Estruturais em Aço Moldado a Frio), do qual apresentamos tradução neste site. Este documento pode ser útil para compreender a durabilidade expectável de uma estrutura em aço galvanizado.

Publicidade Google


Copyright © 2003-2016 FUTURENG. Todos os direitos reservados. A utilização deste site pressupõe a aceitação dos presentes termos e condições. Se não estiver de acordo com eles, não utilize este site.