Palácio Valada e Azambuja

Esta é apenas uma das várias centenas de obras executadas com projectos da Futureng
Consultar a lista de todas as páginas do nosso portfólio

Calhariz.jpg

O Palácio Valada e Azambuja ou Palácio dos Condes de Azambuja situa-se no Largo do Calhariz, na freguesia de São Paulo, em Lisboa. O edifício é actualmente ocupado pela Biblioteca Municipal Camões.

Este palácio está classificado como Imóvel de Interesse Público. Foi edificado no Século XVI tendo sido totalmente reconstruído após a sua destruição aquando do Terramoto de 1755. Desde os finais do Século XIX sofreu diversas alterações, mantendo no entanto a sua fachada e as características dum palácio setecentista. No átrio de entrada pode observar-se uma série de azulejos datados do Século XVII.

O Palácio foi alvo de remodelação e restauro por parte da empresa Lucios, que coloca a sua experiência proveniente da reabilitação de vários imóveis no Porto ao serviço do projecto do atelier de arquitectura Pedro Esteves.

Segundo a memória descritiva, "o palácio agora em estudo encontra-se estruturalmente em boas condições", ao contrário do "telhado, fachada e infra-estruturas, que apresentam já sinais de degradação". Assim, os responsáveis pelo projecto, consideram que será necessário "efectuar uma remodelação geral da cobertura, como ponto de partida para uma correcta conservação deste edifício, de inegável valor arquitectónico", garantindo, desta forma, a preservação, segurança e habitabilidade adequadas.

O projecto incluiu a consolidação da cobertura. O revestimento foi executado com chapa de zinco tipo "Coberfuzi", uma solução que "apresenta excelentes garantias de estanquidade, nomeadamente pelo facto de todos os remates, rufos e caleiras serem executados no mesmo material". A restante área foi revestida a telha cerâmica sobre chapa, do tipo "Onduline" e isolamento térmico. Foi também criado um trajecto com telhas passadeiras para facilitar a manutenção do telhado e das chaminés.

A estrutura da nova cobertura foi executada com perfis em aço enformado a frio (LSF). Esta subempreitada esteve a cargo da empresa Dosmontes. Para se ter uma ideia da complexidade do trabalho, a cobertura é constituída por 81 planos distintos (águas).

Publicidade Google


Copyright © 2003-2016 FUTURENG. Todos os direitos reservados. A utilização deste site pressupõe a aceitação dos presentes termos e condições. Se não estiver de acordo com eles, não utilize este site.