O aço e a sustentabilidade
Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

Nesta página apresentamos vários argumentos que provam que o aço é um material perfeitamente compatível com conceito de desenvolvimento sustentável. O texto abaixo é baseado no artigo com tema: "Aço, um material de construção ecológico para um desenvolvimento sustentável", da autoria de Bertrand Lemoine, Director Executivo da ARCELOR Building & Construction Support, conforme reproduzido no site do CBCA.

Nos próximos anos, o desenvolvimento sustentável será um desafio-chave na área da construção. Desde a conferência Rio 92 ("Earth Summit"), esta exigência por "um desenvolvimento que supra as necessidades do presente sem comprometer a habilidade das gerações futuras em suprir as suas próprias" (relatório Bruntland) vem crescendo. Todos os cidadãos do planeta têm o dever de assegurar, em cada uma das suas actividades, a minimização do uso de recursos naturais, a economia de energia e a redução da poluição.

O aço é certamente amigável em relação ao ambiente. Oferece diversas vantagens para suprir as crescentes preocupações relacionadas à preservação do meio-ambiente. Aqui estão vinte e três delas:

1. O aço é seguro

O aço é um material natural. A matéria-prima da qual é produzida, o ferro, é um dos elementos mais abundantes no planeta, e também forma o seu núcleo. É encontrado em grandes quantidades na crosta terrestre. Também é um dos constituintes essenciais da hemoglobina. Durante o processo de produção, o oxigénio é separado do ferro. O resultado é um elemento puro: um material homogéneo que não emite nenhuma substância que agrida o meio-ambiente.

2. É económico e economiza energia

Há vários anos, produtores vêm enfrentando o desafio da economia de energia ao longo do processo de produção do aço. No início dos anos 60, este processo consumia quase 50% mais energia do que na actualidade. Essa energia vem principalmente do carvão, o combustível fóssil mais abundante no mundo, ou da electricidade.

3. É limpo

Simultaneamente, as emissões de CO2 caíram para metade e a emissão de partículas foi reduzida em mais de 90%. Depositadas em dispositivos de filtragem, as partículas são quase totalmente recicladas. A melhoria contínua no processo de produção inclui uma redução no consumo de água, aproximadamente menos 50% desde 1960. Além disso, todos os gases residuais são reutilizados para produção de energia. Praticamente metade da produção mundial de aço ocorre em siderúrgicas eléctricas que operam alimentadas exclusivamente com sucata reciclada e não geram emissões de CO2.

4. Não produz resíduos e seus derivados são totalmente reutilizáveis

Os derivados resultantes da produção do aço são todos reutilizados. A escória resultante da produção de ferro, gusa e aço é empregada, por exemplo, como valioso material mineral para construção de estradas, como lastro, ou na produção de cimento. O processamento desta escória dos alto-fornos em cimento sem nenhum tratamento adicional evita a extracção de 4,5 milhões de toneladas de calcário por ano, economiza 350.000 toneladas de carvão e reduz as emissões de CO2 em 2 milhões de toneladas. Todas as principais produtoras siderúrgicas da Europa têm certificação ISO 14001.

5. Aço economiza tempo ao permitir uma maior velocidade de execução

O aço permite um progresso mais eficiente da construção, visto que os componentes, na sua maioria, são produzidos fora do local. O tempo de construção é mais curto e minimiza as inconveniências na vizinhança. Os usuários podem ocupar a edificação mais rapidamente. Tal economia de tempo reduz os custos de investimento e permite que os encargos financeiros sejam amortizados mais rapidamente. Edificações pré-fabricadas também podem ser rapidamente levantadas no local de obra.

6. Reduz o impacto negativo dos locais de construção

A construção em aço, incluindo o LSF, recorre à montagem de produtos semi-acabados vindos da fábrica, num ambiente controlado, limitando as operações ao ar livre. Portanto, os locais de obra são mais silenciosos, livres de detritos, limpos, secos e livres de poeira. Os produtos podem ser entregues por ocasião da montagem, reduzindo as exigências de armazenagem no local. Nos centros das cidades, as vias públicas adjacentes ficam menos congestionadas e não há interrupção no fluxo do tráfego, com significativa redução de ruído.

7. Economiza materiais e ajuda a preservar o solo

O baixo peso do aço permite fundações menos profundas. As escavações geram menos entulho e consequentes viagens de camião.

8. Maximiza a luz e garante transparência

A alta resistência do aço permite estruturas mais leves com vãos amplos. Telhados e fachadas leves e transparentes permitem uma melhor gestão da luz, facilitando o uso de energia solar.

9. Resistência a terremotos

As propriedades naturais do aço (ductilidade, rácio resistência/peso, dureza) conferem alto nível de resistência. Muitos países estão sujeitos aos riscos de catástrofes naturais como terremotos, tal como acontece em Portugal, e o aço permite construir em regiões vulneráveis ao mesmo tempo protegendo vidas humanas. A preservação da estabilidade estrutural após um terremoto também significa menos detritos, menos descargas poluidoras, reparos mais simples e aumento na vida útil da edificação.

10. O aço é magneticamente neutro

O aço utilizado em edificações como componente estrutural ou revestimento não exerce nenhuma influência negativa no bem-estar das pessoas. Os aços empregados em construção não possuem campos magnéticos ou eléctricos inerentes. Seu efeito nos campos magnético e eléctrico do ambiente é insignificante. Edificações residenciais com estrutura em aço e edificações de betão armado com aço existem há muitas dezenas de anos.

11. Tem uma vida útil longa

Hoje há várias maneiras de protecção efectiva do aço contra corrosão, seja através de revestimento metálico ou pintura. Carrocerias de automóveis, particularmente expostas às condições do tempo, oferecem hoje garantia de dez anos. Aço utilizado em interiores não necessita de protecção. Ainda assim, os perfis usados no LSF possuem uma excelente protecção, visto que as chapas de aço são galvanizadas por imersão em zinco quente.

12. Permite economia de energia através de alto isolamento e baixa inércia térmica

O aço facilita a implementação de soluções de isolamento interno, que são altamente benéficas em relação ao consumo de energia. Seu baixo peso permite a construção de edificações com inércia térmica muito baixa, uma solução particularmente vantajosa para edificações ocupadas durante o dia, como escritórios, onde o calor é em parte produzido pelos próprios ocupantes, iluminação e computadores. Em residências, o ambiente pode ser climatizado em apenas alguns minutos, visto que os elementos construtivos não absorvem nem transmitem energia.

13. Oferece excelentes soluções para isolamento acústico

O princípio do isolamento acústico atingido pelo efeito de absorção é o mais apropriado para interceptar todas as frequências. A incorporação de uma ou mais placas de gesso fixadas em uma estrutura metálica leve oferece um isolamento altamente eficaz para cinemas ou estúdios de gravação. A inserção de um material absorvente nos vazios da estrutura aumenta sua eficácia ainda mais.

14. Proporciona mais espaço e um senso maior de amplidão

Colunas mais estreitas, pisos e fachadas leves possibilitam ganhos preciosos em espaço, medidos em metros quadrados ou cúbicos. Colunas de aço oferecem, portanto, uma superfície útil adicional de 70 metros quadrados em uma suíte de escritórios de 100 metros quadrados. As áreas são visual e espacialmente menos obstruídas. Também é possível obter alguns decímetros extras o pé-direito, aumentando o volume do ar e aumentando a sensação de espaço, ou até utilizando o espaço extra para incorporar um ou mais andares extras sem aumentar a altura da edificação.

15. Tem apelo visual

O aço sustenta a redescoberta arquitectónica ao redor do mundo, possibilitando estruturas leves, transparência visual que promove luz natural e a entrada da luz solar. Ele oferece diversas formas, acomoda prontamente a interacção com outros materiais, confere suas características à estruturas flutuantes ou à construção de coberturas com múltiplas cores e texturas, lisas, onduladas ou trançadas. Seu impacto visual é contemporâneo, dinâmico e futurista, respeitando ao mesmo tempo a herança arquitectónica com a qual combina com perfeição, e ganha seu espaço com facilidade nos ambientes mais diversos.

16. O aço harmoniza-se com todos os materiais

O uso do aço é o primeiro passo em direcção à construção amigável ao meio-ambiente. As estruturas em aço criam as condições necessárias para o uso de materiais seleccionados com base em critérios ambientais. Quando o aço é utilizado como suporte de carga em uma construção, a escolha para o acabamento pode ser feita livremente entre diversos materiais (vidro, madeira, tijolos ou materiais isolantes).

17. É flexível

O aço oferece diversas vantagens para projectos em acordo com o meio-ambiente de edificações residenciais ou comerciais. Casas ou edifícios com estrutura em aço não requerem paredes de sustentação e oferece aos proprietários e arquitectos máxima liberdade de projecto. As edificações podem ser facilmente modificadas ou ampliadas para adaptarem-se a novos usos ou estilos.

18. Rejuvenesce construções antigas

Estruturas em aço podem ser facilmente aumentadas ou modificadas, adaptando-se a novas exigências. As estruturas de edificações existentes podem ser alteradas e actualizadas conforme os padrões vigentes. Mesmo em edificações residenciais o aço possibilita adições, balcões projectados, novas escadas. Tais trabalhos de modernização não só as tornam mais atraentes, também possibilitam melhorias na qualidade das instalações, bem como modificações benéficas à ampliação do espaço útil.

19. Permite relocação de actividades através da reconstrução

Quando as edificações em aço não são mais necessárias em sua locação, elas podem ser desmontadas e reconstruídas em outro lugar. Esta solução ficou comprovada através de sua aplicação a prédios históricos como o Baltard Market em Paris e também com estruturas modernas como estacionamentos destinados a oferecer uma solução temporária para demandas de vagas. Os custos para desmontagem e reconstrução são normalmente mais baixos que aqueles de uma nova construção. Finalmente, em certos casos os componentes de aço podem ser reutilizados, por exemplo, estacas-pranchas de aço, caso no qual há inclusive um mercado de aluguer.

20. O aço é 100% reciclável

O aço pode ser indefinidamente reciclado em sua totalidade sem perder nenhuma de suas qualidades. Mais da metade do aço produzido na França e na União Europeia e 40% da produção mundial de aço é obtida de aço reciclado. Este índice vem aumentando ano após ano, preservando recursos e o meio-ambiente. A sucata de hoje é o depósito de matéria-prima de amanhã.

21. É fácil de separar e recuperar

Devido às suas propriedades magnéticas, que não são encontradas em nenhum outro material, o aço é facilmente separado de detritos e refugos domésticos. Além disso, a colecta selectiva de sucata possibilita sua incorporação ao processo produtivo de modo optimizado. Tal vantagem faz com que o aço seja o material mais reciclado no mundo.

22. Preserva a natureza

A vida útil de qualquer edificação não é ilimitada. Feita com uma pá mecânica, uma britadeira ou explosivos, a demolição cria ruídos, poeira, poluição e outros aspectos adversos prejudiciais ao ambiente. Estes problmas são evitados com a utilização de edificações em aço por serem facilmente desmontáveis, de maneira segura e limpa, permitindo despojo selectivo. O baixo peso das estruturas previne a deterioração do solo. Quando um prédio é demolido, o peso dos materiais a serem removidos é mais baixo e os custos com aterro são reduzidos.

23. Apresenta um balanço ecológico positivo

A análise do ciclo vital de uma edificação feita em aço comparada à de uma feita em concreto revela uma redução de 41% no consumo de água durante a construção. A construção em aço faz cair pela metade o movimento de camiões na obra e resulta em menos 57% de detritos inertes. Ao longo da vida útil da edificação, devido a valiosas técnicas de isolamento externo, o aço possibilita economia significativa de energia, facilidade de manutenção e adaptabilidade. Ao final de sua vida útil, é facilmente reciclável. No total, a economia gerada durante a vida útil de uma edificação (i.e. 92% da energia consumida) contribui para um balanço ecológico altamente favorável ao aço.

Publicidade Google


Copyright © 2003-2016 FUTURENG. Todos os direitos reservados. A utilização deste site pressupõe a aceitação dos presentes termos e condições. Se não estiver de acordo com eles, não utilize este site.