O LSF e a sustentabilidade
Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

O conceito de sustentabilidade tende a englobar todas as actividades do ser humano. A construção civil ocupa um dos mais importantes papéis na tentativa de melhorar e preservar o ambiente em que vivemos. Quais são as razões que permitem enquadrar o LSF entre a chamada construção sustentável ou "green building"?

Vejamos algumas delas:

Ilustrar15.jpg

Durante a fase de construção

Numa obra convencional quanta água se perde durante a construção? Quanta madeira se desperdiça no processo de cofragem? Quantos meios de transporte, e consequente consumo de combustível, são necessários para o transporte de tantos materiais pesados? Quanto ruído é provocado no local, propagando-se pela vizinhança? Quanto peso é lançado sobre os solos, especialmente no caso de encostas ou terrenos instáveis? Quanto tempo permanece o local de obra em fase de trabalho antes da sua conclusão? Quanto dos materiais empregues, incluindo areias, são realmente provenientes de empresas certificadas e preocupadas com a sustentabilidade? E ainda só estamos a referir-nos ao período da obra.

Agora pense numa construção LSF. O peso de uma parede em LSF pode ser inferior a 10% do peso de uma parede com duplo pano de alvenaria rebocado de ambos os lados. Imagine a poupança de energia alcançada apenas no transporte e elevação dos materiais. O desperdício de materiais no local é minimizado, reduzindo drasticamente a quantidade de entulhos a remover no final do processo de construção.

Além disso, a utilização de sistemas de fixação mecânica, a aplicação de argamassas de rápida secagem para rebocos exteriores, a facilitada colocação de tubagens e condutores eléctricos devido a não ser necessária a abertura de roços e ainda muitas outras técnicas fáceis e rápidas utilizadas nos edifícios LSF, diminuem consideravelmente a mão de obra e, consequentemente, o tempo necessário para a conclusão dos trabalhos, diminuindo ruídos, o constante movimento de veículos e outros impactos na vizinhança. Em toda a obra a água é praticamente desnecessária. Todos os materiais empregues na estrutura e no isolamento térmico são provenientes de empresas certificadas, gigantes mundiais que se preocupam com o meio ambiente e que dedicam grande parte da sua investigação ao desenvolvimento sustentável.

Durante a vida útil do edifício

E depois de pronta, quanta energia poupará por possuir uma casa correctamente isolada? Visto que o gesso regula a humidade interior, que impacto isso terá sobre o seu mobiliário, equipamento eléctrico e, acima de tudo, sobre a saúde da sua família? Se tiver que efectuar mudanças, quanto do material a remover poderá ser reutilizado? Sabia que a totalidade dos materiais usados na estrutura e no isolamento térmico de um edifício LSF pode ser reciclado ou reaproveitado na totalidade? Pense nisto: Tanto o aço como o betão ou o tijolo, possuem muita energia incorporada, isto é, energia usada na fabricação do material, no entanto, o aço têm o seu uso justificado pela possibilidade de reciclagem. As placas OSB são produzidas exclusivamente com árvores plantadas para o efeito utilizando apenas exemplares jovens e de pequeno diâmetro, o que permite a reposição frequente da floresta. E isto são apenas alguns exemplos.

Reabilitação de imóveis

O baixo peso do aço e dos restantes materiais usados no Light Steel Framing, tornam este método construtivo ideal para reabilitar ou remodelar edifícios antigos. Especialmente em certas zonas urbanas, algumas delas de difícil acesso como no centro histórico de certas cidades, a utilização de materiais mais leves reduz as dificuldades de transporte e elevação. Também, o baixo peso dos materiais empregues, muitas vezes elimina a necessidade de reforçar a estrutura do edifício. Em alguns casos, esta vantagem torna o LSF a única alternativa possível para dividir espaços ou acrescentar um novo piso. O LSF mostra ser especialmente vantajoso na substituição de pisos em madeira ou telhados já degradados.

A Futureng recomenda ainda que se adquiram produtos a fornecedores que tenham esta mesma consciência ambiental e que reservam grande parte do seu esforço em promover soluções ecologicamente mais aceitáveis.

Em resumo…

Não pretendemos ser demagógicos por afirmar que o LSF será a solução definitiva para os problemas ambientais. Nem todas as características alistadas acima poderão ser alcançadas numa determinada obra. Por exemplo, a indústria da reciclagem ainda não está tão desenvolvida em Portugal como em alguns outros países. Ainda assim, não é de desdenhar qualquer melhoria que possa ser implementada nos processos construtivos com o objectivo de diminuir o impacto negativo sobre o ambiente. É com cada passo, mesmo pequeno, que se percorre o caminho que obrigatoriamente terá de ser percorrido.

A Futureng e a sustentabilidade

Publicidade Google


Copyright © 2003-2016 FUTURENG. Todos os direitos reservados. A utilização deste site pressupõe a aceitação dos presentes termos e condições. Se não estiver de acordo com eles, não utilize este site.