Engenharia - Legislação aplicável
Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

Qualquer edifício necessita de um projecto de engenharia que obedeça à legislação vigente. Naturalmente, os edifícios com estrutura em perfis de aço galvanizado moldados a frio, sistema usualmente designado por Light Steel Framing, não são excepção. Em Portugal, a Futureng recorre aos Eurocódigos.

Eurocódigos

No caso da selecção do tipo de aço adequado à execução de perfis metálicos, bem como das medidas correctas para cada tipo de perfil, tal como as suas secções e espessuras, a Futureng recorre ao EC3, parte 1.3, onde se encontram as especificações para o dimensionamento de estruturas em perfis de aço moldados a frio.

No que diz respeito aos diafragmas estruturais que revestem a estrutura, recorremos ao EC5, parte 1.1, para efectuar os cálculos. Os requisitos em termos de valores limites para as propriedades mecânicas de OSB, ou de outras placas estruturais similares, são definidos na EN 300 e EN 310. Existem diversos tipos de OSB adequados a diferentes níveis de solicitação e diferentes condições ambientais. A orientação quanto ao uso de OSB nestas aplicações estruturais é dada nas normas ENV 12872 e EN 13986. Existem também normas sobre a durabilidade das placas OSB.

Para a escolha dos parafusos adequados e outros elementos de fixação, bem como as regras básicas de fixação das placas, a Futureng recorre ao EC3-1.3, além das normas acima mencionadas.

Legislação norte americana

Além dos Eurocódigos, a Futureng recorre a vários outros documentos técnicos e legislação em vigor nos Estados Unidos e em outros países, como fonte de informação e referência. Entre eles destacamos:

Experiência prática

No entanto, para a execução de uma estrutura em LSF, seja para a construção de raiz e, especialmente, no caso de obras de reabilitação, não basta o dimensionamento e cálculo. É também extremamente útil efectuar um desenho técnico pormenorizado para a execução da estrutura. Este projecto de execução evitará erros comuns na montagem das peças, evitando atrasos, tornando mais fácil e eficiente o processo de construção e garantindo o melhor aproveitamento possível do aço usado. Tudo isto se traduz em menor custo durante a fase de construção.

Esta última parte do nosso trabalho só se ganha com a experiência, ou seja um conhecimento acumulado de vários anos no cálculo, desenho técnico de pormenor e acompanhamento dos construtores, em diversos tipos de obras.

Visto que a maioria dos engenheiros estão pouco familiarizados com estas soluções, recomendamos que se invista tempo no estudo e pesquisa dos documentos acima citados, bem como na legislação norte americana, e assistir a diversos seminários sobre o LSF que são efectuados por associações de engenheiros, especialmente nos Estados Unidos, Canadá, Escandinávia e Reino Unido. Foi isso que os profissionais da Futureng fizeram durante os últimos 15 anos, estando entre os primeiros associados europeus do CFSEI.

Mais fácil do que isso, só nos consultando para darmos o nosso apoio técnico ou produzirmos os respectivos projectos. Leia mais sobre a importância da experiência na engenharia, no seguinte artigo:

LSF é uma marca registada?

Não. Trata-se simplesmente de uma designação corrente que define um sistema popular em muitos locais da terra. Em alguns países, costumam ser usadas expressões com ligeiras variações. Por exemplo, no Brasil é comum usar o termo Light Steel Frame.

O LSF carece de homologação?

Não. Visto que o LSF é um sistema construtivo cuja engenharia é calculada recorrendo a Normas Portuguesas ou Normas Europeias adoptadas em Portugal, considera-se automaticamente abrangido pela homologação do LNEC.

Publicidade Google


Copyright © 2003-2016 FUTURENG. Todos os direitos reservados. A utilização deste site pressupõe a aceitação dos presentes termos e condições. Se não estiver de acordo com eles, não utilize este site.