Durabilidade
Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

Ao se mencionarem as estruturas metálicas como solução estrutural, é comum surgirem questões relacionadas com a durabilidade das peças usadas. O receio da corrosão leva muitos a duvidarem da integridade estrutural do edifício, especialmente com o passar dos anos. Daí a importância de conhecer a durabilidade dos materiais usados por forma a saber responder às dúvidas de técnicos e clientes.

Para a Futureng, as questões relacionadas com a durabilidade dos elementos em aço, das placas OSB e dos parafusos e outros elementos de fixação são essenciais, visto que é o conjunto destes materiais que constitui a estrutura dos edifícios que projectamos. Assim, a estrutura de um edifício LSF é composta por um conjunto de materiais, tal como acontece nos edifícios em betão onde se deve levar em conta a durabilidade do betão e do ferro usado nas armaduras.

Naturalmente, cada proprietário e construtor também deveria estar preocupado com os restantes materiais aplicados, tais como os isolamentos térmicos e acústicos, sistemas de impermeabilização, caixilharias e carpintarias, redes eléctricas e de gás, de águas e esgotos, bem como materiais de revestimento e decorativos.

Definição de durabilidade

Uma estrutura é considerada durável se durante a sua vida conserva os requisitos de projecto em termos de segurança, de funcionalidade e estética, sem custos de manutenção não previstos. Haverá necessidade de, por um lado, avaliar e classificar o grau de agressividade do ambiente e, por outro lado, conhecer os materiais e a estrutura, para inferir da sua durabilidade e portanto do seu desempenho.

Na fase de projecto de uma determinada estrutura e com base nas solicitações do tipo mecânico e ambiental a que estará sujeita, são definidos os requisitos de segurança e funcionalidade. Vida útil da estrutura será então o período de tempo durante o qual a estrutura satisfaz esses requisitos de segurança, de funcionalidade e estéticos, sem custos de manutenção não previstos, isto é, o período de tempo durante o qual o desempenho da estrutura é satisfatório (superior ao mínimo aceitável).

Portanto considera-se que a estrutura mantém as características iniciais de projecto até o grau de deterioração atingir um certo limite (mínimo aceitável) que irá depender de inúmeros factores tais como: tipo de elemento estrutural (viga, pilar, etc.), do aspecto exterior (estético), entre outros.

Estas considerações deverão ser aplicadas a qualquer material que constitua a estrutura de um edifício, não importa qual seja o método ou sistema construtivo usado.

Durabilidade do LSF

Assim, compreende-se que a durabilidade de uma estrutura LSF, tal como de qualquer outra, depende das características dos materiais usados, do cálculo de engenharia aplicado e das condições do ambiente.

Para saber mais sobre os materiais usados no LSF, pode consultar os seguintes artigos:

Durabilidade do LSF vs. outros sistemas estruturais

Esse é o desafio que lhe deixamos. Um material ou sistema recente ou ainda pouco conhecido costuma levantar dúvidas e objecções, o que consideramos normal. Mas, será que não seria justo colocar as mesmas questões quanto aos materiais e sistemas mais tradicionais? Assim, qual é a durabilidade ou vida útil do betão armado ou pré-esforçado?

Durabilidade do betão

No que concerne ao ambiente, haverá que classificar a severidade de exposição em relação à durabilidade do betão. As acções químicas ou físicas a que o betão está sujeito e de que resultam efeitos não considerados no projecto como acções, são abordadas na norma NP ENV 206 que define diversas classes de exposição. De modo a clarificar a aplicação das classes de exposição ambiental da norma NP ENV 206, o LNEC elaborou a especificação E-378, na qual se estabelecem valores mínimos da dosagem de ligante e máximos da razão A/C que, uma vez cumpridos, permitem supor que o tempo de vida de um betão será da ordem dos 50 a 60 anos; entendendo-se por tempo de vida aquele durante o qual o betão simples ou com armaduras, mantém as propriedades especificadas sem necessidade de reparações.

Durabilidade das estruturas nos Eurocódigos

São os Eurocódigos que determinam as condicionantes do cálculo e estabelecem um limite mínimo à vida útil expectável dos elementos estruturais, de acordo com o tipo de ambiente a que estão sujeitos.

Os Eurocódigos são um conjunto de normas europeias que pretendem unificar critérios e normativas de cálculo e dimensionamento de estruturas. A Futureng recorre a este conjunto de documentos para a realização dos cálculos de dimensionamento das estruturas que projecta. São especialmente usados os Eurocódigos 3 (EC3 - Projecto de estruturas de aço) e 5 (EC5 - Projecto de estruturas de madeira).

O Eurocódigo 0 (EC0 - Bases para o projecto de estruturas) determina qual a vida expectável das estruturas. As Regras Aplicáveis são fornecidas no ponto 2.3 da EN 1990. A vida útil é uma parte importante do cálculo, ou seja, o período expectável durante o qual uma estrutura poderá ser usada para o seu propósito intencionado originalmente, com eventual manutenção mas sem necessidade de reparações. Assim, qualquer material usado em estruturas e sujeito ao cálculo de engenharia deverá enquadrar-se na seguinte tabela:

Categoria Vida útil Exemplos
1 10 anos Estruturas temporárias
2 10 a 25 anos Elementos estruturais substituíveis
3 15 a 30 anos Estruturas agrícolas e similares
4 50 anos Edifícios e outras estruturas comuns
5 100 anos Edifícios monumentais, pontes e outras estruturas de grandes dimensões

No caso de edifícios residenciais, todos os materiais usados nas estruturas LSF deverão enquadrar-se na Categoria 4, tal como acontece com o betão armado, possuindo assim uma vida útil expectável de 50 anos ou superior. No entanto, o aço galvanizado pode alcançar uma vida útil próxima do milhar de anos.

Em resumo…

No que diz respeito à durabilidade de uma casa construída com uma estrutura LSF, será a mesma que qualquer outro edifício desde que ambas respeitem a legislação.

Publicidade Google


Copyright © 2003-2016 FUTURENG. Todos os direitos reservados. A utilização deste site pressupõe a aceitação dos presentes termos e condições. Se não estiver de acordo com eles, não utilize este site.