Dilatação da estrutura
Sorry, we couldn't find any images attached to this page.

Algumas pessoas colocam dúvidas sobre a eventual dilatação de uma estrutura em LSF. Convém perceber que a dilatação do aço só se torna um problema quando se levam em conta dois factores essenciais: a dimensão da estrutura e a amplitude da variação da temperatura. Por exemplo, um carril de comboio com 12 metros de comprimento a 0 ºC medirá mais 0,53 cm (5,3 mm) a 40º C, ou seja, sofrerá uma expansão linear de cerca de 0,13 mm a cada grau adicional de temperatura. É devido a isso que os carris do caminho de ferro possuem juntas de expansão. O mesmo se aplica no caso de pontes ou de edifícios de grande dimensão.

Naturalmente, todas as estruturas metálicas são sujeitas a dilatações provocadas pela temperatura. Mesmo no caso da construção convencional, eventuais dilatações dos pilares e vigas compostos de betão (concreto) e ferro poderão resultar em fissurações.

Uma estrutura em LSF é usualmente aplicada em edifícios de pouca altura. Também, as peças metálicas aplicadas são de dimensões reduzidas, a vasta maioria das vezes com comprimentos inferiores a seis metros. As várias centenas de conexões entre si também atenuam os efeitos de eventuais dilatações. Portanto, as variações dimensionais das peças metálicas são diminutas para que o seu efeito provoque qualquer dano. Isso aconteceria mesmo que a estrutura estivesse directamente exposta ao calor do sol. Em edifícios de maior altura, com vários andares são empregues técnicas que levam em conta a dilatação expectável das estruturas.

Adicionalmente, a dilatação do metal é reduzida pela aplicação de sistemas de reboco térmico pelo exterior (ETICS). O reboco exterior não está rigidamente ligado à estrutura visto que é sempre colocado sobre uma camada de EPS com vários centímetros de espessura. Assim, os eventuais movimentos da estrutura não se transmitem ao reboco, impedindo a sua fissuração. A rede em fibra embebida no reboco confere adicional garantia de que o revestimento da casa se manterá estável e isenta de fissuras. Adicionalmente, a barreira térmica colocada pelo exterior, reduz significativamente a acção da temperatura sobre a estrutura metálica.

Publicidade Google


Copyright © 2003-2016 FUTURENG. Todos os direitos reservados. A utilização deste site pressupõe a aceitação dos presentes termos e condições. Se não estiver de acordo com eles, não utilize este site.