Visão
Sorry, we couldn't find any images attached to this page.
visao-logo.gif

O pequeno artigo publicado na revista Visão de 30 de Dezembro de 2004 era bem elucidativo sobre o estado do conforto térmico das casas portuguesas. Apesar de não estar directamente relacionado com o LSF, é clara a conclusão a que se chega sobre as deficientes condições de isolamento dos edifícios no nosso país. Lembramos que já existe legislação específica para regulamentar e melhorar esta situação.

Abaixo incluímos o texto:

visao02.jpg

Frio em casa

Conforto térmico ainda é negligenciado

Com a vaga de frio que ultimamente se faz sentir, não é nos seus lares que boa parte dos Portugueses melhor se abriga. Casas geladas no Inverno, estufas no Verão. Nem mesmo nas novas construções a situação melhora. Quem o denuncia é a Proteste, a revista da Deco, na sua edição de Janeiro de 2005. Segundo este estudo, os construtores não se preocupam com o conforto das casas que vendem. Equipamentos de climatização mal instalados, janelas demasiado simples e deficiente orientação solar são alguns dos principais problemas detectados.

Para avaliar o isolamento térmico das casas que os Portugueses ainda vão comprar, a revista da Deco inspeccionou 34 apartamentos novos, em Lisboa e no Porto, e verificou que, num terço deles, o conforto é insatisfatório. Casos há em que «a licença de construção nunca deveria ter sido emitida». Portugal tem de concretizar uma directiva comunitária até Janeiro de 2006, mas já se pensa em adiar a certificação para 2008. A lei actual é tida como pouco exigente - não obriga a execução de auditorias e permite licenciar edifícios, sem a prova concreta de que cumprem as regras mínimas de conforto. Cabe, pois, ao consumidor estar atento na hora de escolher casa nova. Ate porque, num futuro próximo, o conforto climático será mais valorizado do que os apregoados «acabamentos de luxo».

Publicidade Google


Copyright © 2003-2016 FUTURENG. Todos os direitos reservados. A utilização deste site pressupõe a aceitação dos presentes termos e condições. Se não estiver de acordo com eles, não utilize este site.